Loja Youtube Deezer Spotify Google Play

Formada por Felipe Barros (vocal), Will Rodrigues (bateria), Wellerson Fernandes (baixo), Júnior Mendonça (teclados) e Rodrigo Chocolate (guitarra), o FLUIR surgiu no ano de 2001 em Belo Horizonte, como um ministério de louvor local, com o objetivo inicial de atender aos congressos, cultos e eventos da Igreja Batista da Floresta.

Na primeira formação da banda, a cantora e compositora Raquel Emerick, teve papel fundamental, não apenas assinando a maioria das composições, mas figurando também como fundadora e ministra de louvor juntamente com Felipe Barros. Com pouco tempo e com a experiência adquirida nos eventos, participaram do FESTSÊMANI, o maior festival de músicas evangélicas da época, ganhando a gravação de seu primeiro álbum, “Quebranta meu coração”.

Um ano depois o FLUIR lançou o álbum “Meu ar” (2005), ao vivo, que tem como uma de suas principais músicas, a canção “Apenas um minuto”, eleita em 2006 como a “mais pedida do ano” em rádios do gênero e presente em repertórios de centenas de igrejas pelo país e pelo mundo. Em 2008 foi gravado o CD “Vou gritar” que mudou definitivamente o conceito da banda de ministério “local” para “evangelístico”, com a preocupação de levar a mensagem de Cristo através de palavra, música e arte.

Com 13 anos de carreira diante de novos desafios e objetivos nasceu o álbum que leva o mesmo nome da banda: “FLUIR”. O CD conta com regravações de “O sol” e “Apenas um minuto” com a participação de André Valadão e ainda com as músicas “Meu alvo”, “Alto” com participação de Nívea Soares e a versão “Lágrimas dos Santos”, da banda Leeland.

Líder do FLUIR, Felipe Barros é produtor e integrante da diretoria da Rede Super de televisão, ligada a Igreja Batista da Lagoinha, de onde é membro com sua família. Mesmo após tantos anos de carreira o foco inicial é o mesmo desde os primeiros encontros e ensaios do FLUIR: Levar a mensagem de fé, amor, esperança e da salvação em Cristo a todos.

Discografia