Loja Youtube Deezer Spotify Itunes Google Play

A história de Adhemar de Campos se mistura com a história da própria música gospel, sendo precursor no Brasil. É cantor, músico, escritor, versionista e compositor de mais de 600 canções desde a década de 70. Entre elas “Homem de Guerra”, “Tributo a Iehovah”, “O Leão da tribo de Judá”, “Grande é o Senhor” e “Nosso General”, gravada, inclusive, pelo padre Marcelo Rossi. Algumas de suas canções também foram gravadas por Paulo César Baruk, Banda Resgate e por cantores internacionais como Bob Fitts entre outros.

Em 1985 Adhemar de Campos gravou seu primeiro LP. Pioneiro no segmento, em 1987 gravou o primeiro disco ao vivo com músicas cristãs. Viajou por todo o Brasil e por países como Argentina, Chile, Portugal, Espanha, EUA, Suíça, Israel, Canada, Finlândia, França levando suas canções. São mais de 25 CDs gravados ao longo da carreira. Em 2007 lançou um DVD comemorativo por 30 anos de carreira com a participação da Orquestra Filarmônica de São Caetano do Sul e nomes da música gospel nacional como Ana Paula Valadão, Nívea Soares, David Quinlan, Soraya Moraes. Adhemar foi um dos fundadores da Associação de Músicos Cristãos do Brasil, projeto desenvolvido para músicos e líderes da música, trazendo mais qualificação e preparação técnica aos ministros. Atuando como pastor auxiliar na Igreja Comunidade da Graça no Brasil, em São Paulo, ele coordena um seminário de louvor e adoração, por onde passaram várias pessoas que hoje são ministros em suas igrejas.

Em 2018 Adhemar lançou um álbum “Legado 40 Anos – Igreja no Lar”,  repleto de histórias e canções de adoração, o cd representa a caminhada do ministro nesses longos anos.

Discografia