Cadastre-se na Oni News Assine nosso RSS

Internacionais - Kingsway - Digno

Digno
  • 01. Dia Feliz
  • 04. Tua glória a brilhar
  • 05. Santo é o Senhor
  • 06. Digno
  • 07. Quem irá?
  • 08. Toma-me
  • 09. Benção e Honra
  • 10. Pra sempre

Release

Digno é um Cd que contém uma seleção incrível de canções internacionais inéditas em português. É um projeto da gravadora ONIMUSIC, em parceria com o selo THANKYOU MUSIC (união da EMI CHRISTIAN GROUP e a KINGSWAY MUSIC), que reuniu, em um só CD, grandes ministros da música internacional, como Tim Hughes, Lou Fellingham, Chris Tomlin, Louie Giglio, Matt Redman, Aaron Keyes, Ben Cantelon, Paul Oakley e consagrados ministros da música brasileira, como, Fernandinho, Nívea Soares, Christie Tristão, David Quinlan, Judson de Oliveira, Juliano Son, Felipe Valadão e Henrique Gandra. O subtítulo do CD é GLOBAL WORSHIP e expressa exatamente o propósito do projeto que traz ministros americanos, ingleses, um irlandês-brasileiro (David Quinlan), outro coreano-brasileiro (Juliano Son) e todos os brasileiros que com muita alegria e entusiasmo participam desse CD que promete ser o primeiro de uma série. Todas as versões são de Nívea Soares e Christie Tristão que conseguiram com muita habilidade trazer para o português toda a mensagem das canções. O resultado é uma explosão de louvor e adoração. Enfim, Digno é um CD que você não vai parar de ouvir, pois, une muita unção e qualidade musical no mesmo disco.



Análise

Análise do CD Digno

No mês de outubro de 2008, a gravadora Onimusic lançou em todo o território nacional, Digno, um disco com versões contendo o melhor da adoração internacional, agora em português, na voz de ministros de louvor e dirigentes de música brasileiros.

Digno é um álbum que contém uma seleção muito boa de canções internacionais inéditas em português. É um projeto da gravadora Onimusic em parceria com o selo “ThankYou Music”(união da Emi Christian Group e a Kingsway Music), que reuniu em um só cd canções de Tim Hughes, Lou Felligham, Chris Tomlin, Louie Giglio, Matt Redman, Aaron Keyes, Bem Cantelon, Paul Oakley interpretadas por Fernandinho, Nívea Soares, Christie Tristão, David Quinlan, Judson de Oliveira, Juliano Son, Felipe Valadão e Henrique Gandra.

O subtítulo do cd é “Global Worship” e expressa exatamente o propósito do projeto que traz ministros americanos, ingleses, um irlandês-brasileiro, outro coreano e todos os brasileiros que com muita alegria e entusiasmo participaram da gravação que promete ser o primeiro de uma série.

Todas as versões são de autoria de Nívea Soares e Christie Tristão, que conseguiram com muita habilidade trazer para o português toda a mensagem das canções. O resultado é uma explosão de louvor e adoração.

A produção musical é assinada pelo competente Gustavo Soares. O diagramação visual, idealizada por Rafael Duarte, possui um layout bem bacana.

O repertório começa com o pop-rock alegre e festivo Dia Feliz, de Tim Hughes, interpretado pelo irlandês-brasileiro, David Quinlan. O louvor possui uma intensidade muito boa.

Nívea Soares entoa a cadenciada Deus de amor. A balada é bem pop e versa sobre confiança em Deus.

Pra sempre possui uma pegada mais britânica. Conduzida por Henrique Gandra, trata sobre a soberania de Deus.

A seguir temos Fernandinho e uma bela canção de Matt Redman. Tua glória a brilhar se destaca pela harmonia densa acompanhada por uma melodia constante. Muito boa mesmo.

Santo é o Senhor é outro hino de exaltação ao Senhor. De autoria de Chris Tomlin, a balada conta com o timbre inconfundível e marcante de Nívea.

O único dueto é executado entre Fernandinho e Christie Tristão. A faixa título, Digno, é outro interessante e bem estruturado louvor de Matt Redman.

Judson Oliveira canta a confrontante e reflexiva Quem irá de Tim Hughes.

Ao coreano Juliano Son, do excelente Ministério Livres para Adorar, ficou a responsabilidade de ministrar a oração de contrição e entrega Toma-me.

Christie Tristão, do Ministério Asas da Adoração, que lançou recentemente seu mais novo álbum - Único- nos leva a um momento contemplativo com Benção e honra.

O repertório termina com Felipe Valadão adorando com Para sempre que possui um instrumental com bons momentos de mudança de dinâmica..

Com certeza digno é um trabalho que une unção, musicalidade e qualidade profissional no mesmo espaço.


Fonte: Site Super Gospel


Newsletter

Receba em seu email novidades sobre a gravadora e nossos ministros associados.